Feeds:
Artigos
Comentários

FILOSOFIA – A DIMENSÃO ESTÉTICA DA ARTE
A visita de estudo à Exposição “Leonardo Da Vinci: As Invenções do Génio” e o tema “A Dimensão estética” do programa da disciplina de Filosofia forneceram o enquadramento necessário ao desafio lançado aos alunos do 10.º: sintetizar a informação e dados relevantes da pesquisa de uma forma organizada e atrativa.
Este trabalho foi realizado no âmbito do referencial aprender com a BE – Literacia da Informação.
Aqui ficam alguns exemplos dos trabalhos produzidos e que se divulgam com recurso a ferramentas da Web e deixamos o link para que os possam visualizar.

Made with Padlet
Anúncios

“Se os bichos se vestissem como gente”, de Luísa Ducla Soares e ilustrações de Teresa Lima, foi o livro do PNL, escolhido para a leitura com os alunos da educação especial na Biblioteca Escolar.

 

A leitura, exploração das ilustrações e despertar a curiosidade foi feita pela aluna Mélissa, do 12.º B. A imaginação … essa ficou por conta dos nossos alunos… e o caranguejo adornar-se com muitos anéis, a joaninha com colar, o dálmata com…

Leituras especiais com alunos muito especiais. Obrigada.

 

Machado de Assis (1839-1908)

Foi um escritor brasileiro. “Helena”, “A Mão e a Luva”, “Iaiá Garcia” e “Ressurreição”, são romances escritos na fase romântica do escritor. Um dos nomes mais importantes da literatura brasileira. Primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras. Foi um autor completo. Escreveu romances, contos, poesias, peças de teatro, inúmeras críticas, crónicas e correspondências.

Machado de Assis teve uma carreira meteórica, como funcionário público. Em 1873 foi nomeado primeiro oficial da Secretaria (Ministério) da Agricultura, e três meses depois assumia a chefia de uma seção. Recebeu do Imperador o grau de Cavaleiro da Ordem da Rosa, por serviços prestados às letras nacionais.

Machado de Assis foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, em 1896. É aclamado presidente e por unanimidade, logo na primeira reunião, é eleito presidente. Ocupou a cadeira de número 23. Em sua homenagem, a Academia é chamada de “Casa de Machado de Assis”.

Em outubro de 1904 morreu sua esposa, que além de revisora de suas obras era também sua enfermeira, pois Machado de Assis tinha a saúde abalada pela epilepsia. Após sua morte o romancista raramente saía de casa. Em sua homenagem dedicou o poema “A Carolina”.

Joaquim Maria Machado de Assis morreu no Rio de Janeiro, no dia 29 de setembro de 1908. Foi enterrado no cemitério de São João Batista, na mesma cidade onde nasceu e viveu toda sua vida. Representando a Academia Brasileira de Letras, o jurista Rui Barbosa fez um discurso em homenagem ao escritor.

Obras de Machado de Assis

Desencanto, teatro, 1861
Queda que as mulheres têm pelos Tolos, teatro, 1861
Quase Ministro, teatro, 1864
Crisálidas, poesia, 1864
Os Deuses de Casaca, teatro, 1866
Contos Fluminenses, conto, 1870
Falenas, poesia, 1870
Ressurreição, romance, 1872
História da meia-noite, conto, 1873
A Mão e a Luva, romance, 1874
Americanas, poesia, 1875
Helena, romance, 1876
Iaiá Garcia, romance, 1878
Memórias Póstumas de Brás Cubas, romance, 1881
Tu, Só Tu, Puro Amor, teatro, 1881
Papéis Avulsos, conto, 1882
O Alienista, conto, 1882
Histórias Sem Data, conto, 1884
Páginas Recolhidas, conto, 1889
Quincas Borba, romance, 1891
Várias Histórias, conto, 1896
Dom Casmurro, romance, 1899
Poesias Completas, 1901
Esaú e Jacó, romance, 1904
Relíquias da Casa Velha, conto, 1906
Memorial de Aires, romance, 1908

Adaptado de:  https://www.ebiografia.com/machado_assis/

Nota: Na biblioteca escolar podem ainda ler um artigo de opinião relativo ao autor, publicado na Visão n.º 1264, pág. 100 a 102, que integra ainda um testemunho de Daniel Sampaio.

A biblioteca escolar em parceria com a biblioteca municipal e as docentes do 6.º ano, promoveram mais um momento de leitura nos dias 25 e 26 de maio, para os alunos do 6.º ano.

A atividade iniciou-se com uma introdução ao autor e à sua obra, seguindo-se um momento de leitura da obra “Os animais fantásticos”, da autoria de José Jorge Letria e André Letria, numa leitura também partilhada pela animadora, Mariana Prazeres e professora bibliotecária.

Decorreu nos dias 23 e 24 de maio, na Biblioteca Escolar a atividade “Hora do Conto”, dinamizada colaborativamente com a Biblioteca Municipal e a docente de português do 5.º ano.

A atividade iniciou-se com uma introdução ao autor e à sua obra, pela professora bibliotecária, seguindo-se um momento de leitura da obra “ O pássaro da cabeça e mais versos para crianças”, da autoria de Manuel António Pina e ilustrações de Ilda David, dinamizado pela animadora, Mariana Prazeres. 

 

Hoje, pelas 19.00 hr. mais uma atividade colaborativa de promoção da leitura na Biblioteca Murça.